A sub-administradora da Autoridade de Turismo do Panamá (ATP), Jennifer Champsaur realizou uma turnê de trabalho pelos escritórios da entidade no interior do país, para analisar as políticas, que a instituição executará, na promoção do setor de turismo nessas áreas.

Entre muitas tradições panamenhas, podemos ressaltar nesta ocasião a confecção e grande variedade de chapéus de nossas áreas rurais.

Cada artesão destaca seu estilo, nos traços dos seus tecidos, material ou de acordo com sua procedência.

Um exemplo clássico e muito reconhecido entre os turistas é o Chapéu Pintado, este é comum da região da Pintada,localizada na província de Coclé.Sua qualidade se determina pelo número de voltas, que este possui e se caracteriza por ser confeccionado com fibras naturais.


O chapéus e a forma na qual, eles são colocados mostram um sentido cultural pelo que cabe destacar os seguintes:

-Dobrar a aba da parte frontal e posterior do chapéu: denota sucesso e plenitude do portador.

-Dobrar a aba da parte posterior do chapéu somente: denota intelectualidade do portador.

-A ausência de dobras na aba do chapéu: é para proteger os olhos do sol.


Estes e outros ensinamentos você poderá apreciar no seguinte vídeo.


Resenha Histórica

A rota interoceânica se encontra celebrando este 2014, seu primeiro centenário. 

Quando falamos de Orgulho, Falamos de nós, falamos sobre o Panamá.

A entrada de visitantes na XXXVII Feira Nacional de Artesanatos realizada no Panamá, superou as expectativas como estava previsto, registrando um total de 27,086 pessoas, que ingressaram neste evento de feira.

Pagina 4 de 166