Panamá é um país com mais de dez mil anos de história representadas nos seus monumentos e restos arqueológicos com traços culturais dos quatro continentes que se misturam para formar um só.

Os artesanatos típicos do Panamá podem se dividir em pré-colombianos e pré-hispânicos e os introduzidos pelos conquistadores espanhóis.

Para os amantes de montanhas e acampamento ao ar livre, existe um lugar perfeito. Trata-se da Lagoa de São Carlos, localizada a 800 metros sobre o nível do, aproximadamente duas horas da cidade de Panamá. A lagoa não é de origem natural, mas foi criada pelo homem, nas ladeiras do cerro Picacho (1,182m).

O Museu do Canal Interoceânico de Panamá, popularmente conhecido como Museu do Canal, é um museu de caráter público, e sem fins lucrativos, situado na cidade de Panamá. Está dedicado a conservar, investigar e difundir os testemunhos da história do Canal de Panamá. Tem a sua sede no edifício localizado na Praça da Independência, dentro do Casco Antiguo da cidade, no povoado de San Felipe. O museu foi concebido em 1996, quando foi aprovado o conselho de curadores, que supervisiona  as suas atividades e se decidiu reabilitar o prédio no qual ele está localizado, o qual data de 1874.Este abriu as suas portas em 9 de setembro de 1997, com motivo da celebração do Congresso Universal do Canal. 

Um dos ícones reais da imagem da cidade capital e da vida natural de todos os panamenhos é o mercado de frutos do mar.Ele é assim porque significa e representa o viver diário dos pescadores panamenhos.