As danças Indígenas se encontram ligadas aos rituais ou as crenças e fazem parte do acervo cultural dos povos étnicos, porque é possível observar nelas uma grande quantidade de simbolismos estéticos e teológicos.

Os primeiros filmes, que foram projetados na cidade do Panamá em finais do século XIX e princípios do XX, se exibiram em tendas sustentadas em espaços públicos em algumas residências privadas, clubes e colégios.

Sem dúvida, a dança mais representativa do istmo é o Tamborito. De influência espanhola e representada de forma muito particular em cada uma das províncias, mas com um enraizamento na província de Los Santos.

No Panamá , você encontrará um acúmulo de surpresas , muito perto, no momento que você menos imagina. Um legado trazido pelos conquistadores é o traje típico das mulheres, conhecido como “A Pollera” um dos mais elaborados e lindos do mundo.

Uma bebida refrescante e bem típica de Panamá é a Raspadinha, que se vende em carrinhos ambulantes pela cidade.Se trata de gelo triturado, o qual lhe deixam com o sabor de seu gosto, ou seja, morango, uva, laranja, limão e até maracujá, com um toque final de leite condensado e mel de cana.É a bebida ideal para esse momento do dia, que há muito calor.