Visitar Panamá la Vieja

A cidade de Panamá foi fundada em 15 de agosto de 1519, por Pedro Arias Dávila, conhecido como Pedrarias, sendo a primeira cidade espanhola nas costas do Mar do Sul ou Oceano Pacífico, e a mais antiga de terra firme, que existe até os nossos dias, como cidade.Sua fundação substituiu as cidades anteriores de Santa María La Antigua del Darién e Acla, convertendo-se na capital de Castilla del Oro.

Em 15 de setembro de 1521, recebeu através de Decreto Real, o título de Cidade e um Escudo de Armas, conferido por Carlos I da Espanha.

A cidade de Panamá se converteu no ponto de partida para a exploração e conquista do Peru, e rota de trânsito para os carregamentos de ouro e riquezas provenientes de todo o litoral pacífico do continente americano, que eram enviados para a Espanha.

Em 1671, a cidade é atacada pelas forças do pirata inglês, Henry Morgan, com intenções de roubar a cidade. Por medidas de segurança da população e dos bens, o Capitão Geral de Terra Firme, Don Juan Pérez de Guzmán, ordena evacuar a cidade e explodir os depósitos de pólvora, provocando um incêndio gigantesco, que destruiu totalmente a cidade.

As ruínas da antiga cidade, ainda se mantém, incluindo a torre de sua catedral e sua atração turística, conhecida como o Conjunto Monumental Histórico de Panamá La Vieja, reconhecido como patrimônio da humanidade pela UNESCO.

A cidade de Panamá foi reconstruída em 1673 em uma nova localização a 2 quilômetros a oeste-sudoeste da cidade original, no sopé de Cerro Ancón, conhecido atualmente como o Casco Antiguo da cidade.

A área conta com um Centro de Visitantes, onde você se deleitará com a passagem da história, desde os descobrimentos pré- colombianos, até uma maquete de escala de como brilhava a cidade de Panamá, antes do ataque do pirata Morgan.

Lugar:

Torre da Catedral

O que levar?

  • Máquina fotográfica
  • Bloqueador solar
  • Sapatos cômodos para caminhar
  • Chapéu ou gorro

Imagens: 

Google maps: