Dados importantes do Panamá

Demografia do Panamá

A maior parte da população é de origem mestiça, descendente de indígena, africano e espanhol, ainda existe uma grande diversidade étnica.
A densidade da população é notável na região costeira do Golfo do Panamá, na península de Azuero sobre tudo, nas áreas metropolitanas da Cidade de Panamá e Colón.Nos últimos anos têm havido um elevado grau de desenvolvimento urbanístico, já que atualmente a população urbana representa 59% do total de habitantes do país.A taxa de fecundidade é das mais baixas da América Central, com uma média de 2,6 filhos por mulher.

População
3,405,813 ( julho 2010 est.)

Distribuição por idade

0-14 anos: 28,6% (homens 504.726/mulheres 484.291)
15-64 anos: 64,2% (homens 1.123.777/mulheres 1.098.661)
65 anos e mais: 7,2% (homens 115.425/mulheres 133.582) (2011 est.)

Taxa de crescimento
1,435% (2011 est.)

Taxa de natalidade
19,43 nascimentos/1.000 habitantes (2011 est.)

Taxa de mortalidade
4,65 mortes/1.000 habitantes (Julho 2011 est.)

Taxa de migração
-0,42 migrante(s)/1.000 Habitantes (2011 est.)

Distribuição por sexo

Ao nascer: 1,045 homens(s)/mulher
menores de 15 anos: 1,04 Homem(s)/mulher
15-64 anos: 1,02 homem(s)/mulher

Clima

Panamá tem um clima tropical. As temperaturas são relativamente altas e variam pouco durante o ano. No Pacífico, as temperaturas são usualmente mais baixas do que no Caribe.

Cidade do Panamá: As temperaturas oscilam entre os 24°C (75.2° F) e os 35°(95°F).

Terras Altas: As temperaturas são usualmente mais baixas, se mantém em 23°C (73.4°F).

Praias: O clima é caloroso, a média é de 31°C(87.8°F).

Ler mais...

Geografia

A República de Panamá é uma grande franja ístmica com uma superfície total de 75.517km², e 2.210 km², de superfície de águas territoriais, totalizando 78.200 km².
O país se localiza na América Central entre os paralelos 7°11' e 9° 37' de latitude norte.

Limites

Principais cidades e acidentes geográficos de Panamá
Panamá se limita ao norte pelo mar do Caribe; ao sul com o Oceano Pacífico, a leste com a República da Colômbia; e a oeste, com a República de Costa Rica
.
Fronteiras: 555km em total, dos quais 225km são com a Colômbia e 330 km com Costa Rica.
Costas: 2.490
Sua divisão política compreende 9 províncias e 5 comarcas indígenas.

Formação

As duas linhas costeiras do Panamá se mencionam como a costa do Caribe e a costa do Pacífico, muito mais do que a costa do norte e do sul. A leste se encontra a Colômbia e a oeste Costa Rica.Devido a localização e contornos do país, as direções expressadas na bússula são surpreendentes.Por exemplo, um trânsito pelo canal de Panamá do oceano Índico ao caribenho implica viagens a leste, senão a noroeste, e na Cidade de Panamá a saída do sol é ao leste sobre o oceno Pacífico.

As águas Pacíficas costeiras são extraordinariamente baixas.As profundidades são de 180 metros alcançadas só fora dos perímetros tanto do golfo de Chiriquí e extensos pisos de pântano, que se estendem por 70 kilômetros ao longo das linhas da costa.Como consequência, a variação das marés é extrema.Uma variação de aproximadamente 70 centímetros entre a maré alta e a baixa e sobre os contrastes da costa caribenha, bruscamente com mais de 7 m na costa Pacífica, e aproximadamente 130 quilômetros encima do rio Tuira a amplitude é ainda de mais de 5 m.

Relevo

A maior parte do território panamenho está formada por terras baixas ( uns 70%).A maior parte da população panamenha habita em terra quente baixa.A este grupo pertencem, as terras baixas e planíces do sul, as colinas e planíces do Istmo Central,as depressões orientais, as terras baixas e as planíces do norte.
30% são Terras altas.Estas terras são constituídas por rochas ígneas, metamórficas e sedimentares. A este grupo pertencem:Vulcão Barú, A Cordilheira Central, O arco Oriental do Norte, O Arco Oriental do sul, Massissos e montanhas vulcânicas do Sul.

Divisão Política

Está dividido em 9 províncias, 75 distritos, 621 corregimentos e 5 comarcas indígenas Guna Yala,Ngäbé-Bugle, Emberá-Wounaán, Madungandí e Wargandí.

Província de Bocas del Toro: Capital: Isla Colón, localizada na ilha Colón e está dividida em 3 distritos.Está formada por 9 ilhas principais. Possui terras aptas para o cultivo da banana e do cacau.
Habitantes: 125,461 habitantes ( censo 2010 ).
Extensão : 4.643,9 km quadrados.

Província de Coclé: Capital Penonomé e tem 6 distritos: Natá, La Pintada, Olá, Aguadulce, Antón e Penonomé.
Habitantes: 233,708 habitantes (censo 2010).
Extensão: 4 927,4 km².Tem terras aptas para a agricultura e o gado.

Província de Colón: Sua capital é Colón e está dividida em cinco distritos que são:
Donoso, Chagres, Colón, Portobelo e Santa Isabel e em 91 corregimentos. É considerada uma cidade comercial pela zona livre e o Canal de Panamá.
Habitantes: 241,928 habitantes (censo 2010).
Extensão: 4 868,4 km².

Província de Chiriquí. Capital: David e está dividida em 13 distritos e 91 corregimentos.Os 13 distritos são: Alanje,Barú, Boquerón, Boquete, Bugaba, David, Dolega, Gualaca, Remedios, Renacimiento, San Félix, San Lorenzo e Tolé.
Habitantes: 416,873 habitantes (censo 2010).
Extensão: 6.547,7 km².

Província de Darién. Sua capital é La Palma e é a província maior e a menos povoada. Tem dois distritos: Chepigana e Pinogana.
Habitantes: 48,378 habitantes (censo 2010).
Extensão: 11 896,5 km².

Província de Herrera. Sua capital é Chitré e tem 6 distritos: Las Minas, Los Pozos, Ocú, Parita, Pesé e Santa María. Possui 44 corregimentos.
Habitantes: 109,955 habitantes (censo 2010).
Extensão: 2 340,7 km².

Província de Los Santos. Sua capital é Las Tablas. Tem 79 corregimentos e 7 distritos: Guararé, Las Tablas, Los Santos, Macaracas, Pedasí, Pocrí y Tonosí.
Habitantes: 89,592 habitantes (censo 2010).
Extensão: 3 804,6 km².

Província de Panamá. Sua capital é Panamá e tem 11 distritos: Arraiján, Balboa,Capira, Chame, Chepo, San Carlos,San Miguelito, Taboga, La Chorrera, Panamá e Chimán e tem 97 corregimentos.
Habitantes: 1,713,070 habitantes (censo 2010).
Extensão: 11 670,92 km².

Província de Veraguas. Sua capital é Santiago e tem 85 corregimentos e 12 distritos: Atalaya, Calobre, Cañazas, La Mesa, Las Palmas, Mariato, Montijo, Río de Jesús, San Francisco, Santa Fe, Santiago y Soná.
Habitantes: 226,991 habitantes (censo 2010).
Extensão: 10 629,6 km².

Comarca Guna Yala. Sua capital é El Porvenir.
Habitantes: 33,109 habitantes (censo 2010).
Extensão: 2 340,7 km².

Comarca Emberá-Wounaan. Sua capital Unión Chocó.
Habitantes: 10,001 habitantes (censo 2010).
Extensão: 4 383,5 km².

Comarca Ngäbe-Buglé. Sua capital Buadidi.
Habitantes: 156,747 habitantes (censo 2010).
Extensão: 6 968 km².

Cultura

O país possui uma multiplicidade cultural que o torna único na região, o que contribui ainda à constante presença de visitantes de todas as partes do mundo. A origem desta singular mistura cultural é, sem dúvida, a característica de cruzamento que sempre teve o país, mas também a conexão intensa do Panamá com o mar, que o torna muito parecido a uma ilha do Caribe.

Lugar de passeio e ponto de encontro, esta pequena terra é considerada uma verdadeira mistura de raças. Com quase 3 milhões e meio de habitantes, sua população está composta de 67% de mestiços (ameríndios com brancos) e mulatos (brancos com negros), 14% de negros, 10% de brancos, 6% de ameríndios (indígenas) e 3% de pessoas de origens étnicas variadas. Esta mistura é particularmente rica, pois provem de origens culturais e tradições muito diversas, a mistura tem sido estimulada pelo ambiente de tolerância e harmonia que sempre imperou no território.

Apesar de respeitar o credo religioso livre, a população do país professa em sua maioria, o catolicismo, profundamente ligado às tradições e expressões culturais. No interior do país, por exemplo, as maiores celebrações estão relacionadas com diversos santos, que são denominados patronos dos povos. Entre as festas relacionadas com as crenças católicas, a maior é o Carnaval, uma festa em massa de quatro dias que precede a Quaresma.

Parte importante da riqueza cultural do país está nas tradições dos sete grupos indígenas do Panamá, que se encontram assentados em territórios semiautônomos, em que mantêm vivos seus costumes ancestrais. Estes grupos originários cultivam a música e a dança, mas seu aporte cultural mais apreciado é sua habilidade como mestres artesãos. As peças produzidas por alguns destes grupos são verdadeiras joias, obras de uma grande beleza produzidas por uma arte que tem suas raízes nos tempos pré-colombianos. As molas dos Guna, as "chaquiras" e "chácaras" dos Ngäbe, as miniaturas de tagua e as cestas dos Emberá são de uma perfeição inusitada.

Símbolos Pátrios de Panamá

Os Símbolos da Pátria, também conhecidos como "símbolos pátrios",são os elementos representativos da República de Panamá.São reconhecidos tanto a nível nacional, como a nível estrangeiro como sinônimos tanto de Panamá, como da nacionalidade panamenha.

A origem do termo provém do artigo 6 da Constituição Nacional de Panamá de 1941."São símbolos da Nação: o Hino, a Bandeira, e o Escudo de Armas.Além deste enunciado, por exemplo na Constituição Nacional de Panamá de 1946, em seu artigo 6, mostra o seguinte:"São símbolos da Nação: o Hino, a Bandeira e o Escudo de Armas adotados antes do ano de 1941.

" Isto dá a entender que tanto a segunda versão da Bandeira de Panamá, o Escudo de Armas e o Hino Nacional foram oficialmente reconhecidos antes desse ano e se ratificam en 1941.A Harpia foi declarada Ave Nacional da República de Panamá segundo a lei 18 de 10 de abril de 2002.

Flor Nacional de Panamá

A flor nacional de Panamá é a orquídea conhecida como "flor do Espírito Santo" cujo nome científico é Peristeria elata.Se caracteriza por ter pétalas de uma cor marfim intenso, adornadas no centro de seu libelo com uma bem definida e delicada pomba,que floresce nos meses de julho e outubro.

La Pollera
é o nome que se conhece na América Latina e Espanha uma variedade de saias e vestidos que se caracterizam por seus elaborados adornos.As polleras são elaboradas de diferentes materiais como algodão, ou lã e frequentemente levam as decorações coloridas em diferentes técnicas, normalmente bordados e rendas com desenhos florais.

Se acredita que a pollera deriva do vestido espanhol do século XVI ou XVII.Foi herdada,mas de uma forma mais simples e fácil pelas classes média e baixa da sociedade para suas tarefas diárias ou para ir para as celebrações das regiões onde viviam.Em muitos países da América Latina é usada atualmente como traje folclórico, em alguns países se conhece como pollera, só a parte inferior do vestido ( o fraldão) , no Panamá, pollera refere-se ao vestido.
Balboa, é a moeda de curso legal de Panamá, junto com o dólar.Seu código ISO 4217 é PAB.Está dividido em 100 centésimos.

Nomeada em honra do explorarador espanhol Vasco Núnez de Balboa, quando foi criada, mediante Lei da Convenção Nacional de 1904 ( se atribui a Demetrio H. Brid ser o propulsor da idéia de nomeá-la Balboa em sua qualidade de membro da Comissão Monetária)

Economia

A economia de Panamá é uma das mais estáveis da América, Entre as principais atividades se encontram as financeiras, turísticas e logísticas, as quais representam 75% do PIB ( Produto Interno Bruto)

Desde 2003 até 2009 o PIB se duplicou, propiciado por um alto investimento externo e interno, o turismo e a indústria logística.Segundo o Banco, o FMI e a ONU, o país tem a maior renda per capita, mais alta da América Central, a qual é de uns 13.090 dólares, e além disso, ele é o maior exportador e importador a nível regional, segundo a CEPAL.O PIB tem mais de vinte anos seguidos (1989) de crescimento sustentável.O país está classificado na categoria de grau de investimento por parte das empresas qualificadoras de risco:Standard and poors, Moody's y Fitch Ratings.

Impostos no Panamá

De acordo com a lei 8 de 15 de março de 2010, que reformou o Código Fiscal, pagarão o ITBMS, os fretes de transporte de carga aérea, marítima e terrestre, assim como de passageiros.

No Panamá se cobra 7 por cento de ITBMS, dos espetáculos públicos, eventos, seminários, conferências, palestras, apresentações de agrupamentos artísticos , profissionais em geral e de esporte, que não são gratuitos e cujas receitas anuais chegam aos 38 mil dólares. A importação e venda de bebidas alcóolicas , assim como o serviço de hospedagem ou alojamento, as jóias e armas pagarão os 10 por cento de ITBMS.Os derivados de tabaco ( como cigarros e charutos ) pagarão 15% de ITBMS. A televisão a cabo, microondas e satélite, telefonia móvel, pagarão 5% de ITMBS.

Eletricidade: 110 volts; 60 Hz.

Governo e Política

A República de Panamá é um Estado Independente e soberano, assentado em um território próprio, aonde se observam e respeitam os direitos individuais e sociais e onde a vontade das maiorias , está representada pelo livre sufrágio.

O Poder Público emana do povo e se exerce por meio de três órgãos: Legislativo, Executivo, Judiciário, harmonizados na separação, unidos na cooperação e limitados pelo clássico sistema de freios e contrapesos.

Se encontram três organizações independentes cujas responsabilidades estão claramente definidas na Constituição Política:

  • A Controladoria Geral da República: tem a obrigação de fiscalizar os fundos públicos.
  • O Tribunal Eleitoral, que tem que garantir a liberdade, a honradez e a eficácia do sufrágio popular.
  • O Ministério público, que vela pelos intereses do Estado e dos municípios.

Instituições políticas de Panamá

A Constituição Política de Panamá de 1972, reformada pelos Atos Reformatórios de 1978 e pelo Ato Constitucional de 1983, apresenta um governo unitário, republicano , democrático e representativo.

Órgão Executivo
Formado pelo presidente da República e os ministros de estado.
O presidente será eleito por sufrágio universal direto, por um período de cinco anos,de igual maneira será eleito o vice presidente ((Título VI, Capítulo 1, Constituição Política e a República de Panamá).

Órgão Judiciário
Lhe corresponde administrar a justiça em forma permanente, gratuita e expedita.
O órgão Judiário é constituído pela Corte Suprema de Justiça, os tribunais e os tribunais que a lei estabelece, segundo a Constituição Política

Órgão Legislativo
É constituído por uma corporação denominada Assembléia Nacional de Panamá ( anteriormente chamada Assembléia Legislativa ) e tem como atividade principal a expedição de leis.
A assembléia Nacional é formada pelos Deputados ( anteriormente chamados legisladores) escolhidos mediante nomeação partidária e votação popular direta para ocupar o cargo por um período de 5 anos ( Título V, Capítulo 1, Constituição Política da República de Panamá)

Religião no Panamá

A religião no Panamá está amparada pela Constituição, a qual estabelece a liberdade de culto.

Ainda que com algumas reservas, o governo geralmente respeita este direito.

O governo panamenho não coleta estatísticas sobre afiliações religiosas dos cidadãos, mas várias fontes estimam que de 75 a 85 por cento da população se identifica como Católica Romana e entre 15 a 25 por cento como Cristão Evangélico.

A comunidade bahaísta no Panamá abrange 2% da população nacional com uns 60.000 destacados, incluindo cerca de 10% da população ngöbe; os Bahás mantém no Panamá uma das sete casas de Adoração Bahá do mundo.A igreja de Jesuscristo de los Santos dos Últimos Dias, também conhecidos como mórmons possue 40.000 membros no país.Entre os grupos religiosos com menos destaques, temos os adventistas do sétimo dia.Testemunhas de Jehová, episcopais que têm entre 7.000 e 10.000 membros, judeus e comunidades mulçumanas com aproximadamente 10.000 membros cada uma, hindus, budistas e outos cristãos.Entre as regiões indígenas temos a Ibeorgun do povoado Guna) e a Mamatata entre os ngöbe).
Também podemos encontrar núcleos isolados da comunidade rastafari.

Horários

A cidade de Panamá tem sido sempre um paraíso de compras, o qual se pode acessar e escolher o preço do produto que se deseja, além disso, imagine o mais sofisticado e exclusivo artigo do país mais distante e aqui o encontrará.

A moeda do Panamá, se chama Balboa(PAB). Um Balboa equivale a 100 centavos.Não há cédulas no Panamá.Todo o valor cambial local é em moedas, que existem em denominações de PAB1 e 10, assim como 1,5,10,25 e 50 centavos.Os dólares americanos foram aceitos como moedas dem 1904 e ainda existem hoje, junto as moedas de Balboas.

O horário de compras varia, mas a maioria das lojas, armazéns e centros comerciais abrem de 9 da manhã às 6 da tarde e alguns mesmo até as 10 da noite de segundas a domingos.

A forma de pagamento em todos os casos , você pode utilizar para pagar cartões de crédito Visa, American Express, master Card e Dinner Club ou o dólar americano que é de livre circulação, de curso legal e igual a moeda nacional.
Embora, as discotecas e bares da cidade são regidas pela chamada "Ley Zanahoria", que estipula que todo o comércio de bebidas alcoólicas disponíveis deve fechar as suas portas às 02:00 da manhã.

Gorjetas

Os garçons nos melhores restaurantes da Cidade de Panamá e nas cidades resort esperam receber uns 10% de gorjeta.Em pequenos cafés e lugares mais informais não é necessário dar gorjeta , mas ela é sempre apreciada.Para os que carregam as bagagens se dá à partir de 50 centavos por por mala.

Sistema de Transporte do Panamá

Ônibus

O Panamá conta com um novo sistema de ônibus para percorrer a cidade. Adicionalmente conta com rotas de vias rápidas usando os corredores norte e sul que permitem chegar ao destino de maneira mais rápida.

Este sistema conta com uma organização eficiente em termos de rotas, reduzindo tempos de espera nas paradas e garante a frequência de unidades, tornando sua viagem confiável.

Facilidades:

• Sistema de ar condicionado.
• Porta de acesso e descida independentes.
• Campainha para solicitar paradas.
• Condutores responsáveis e capacitados.
• Tarifa única de passagem.
• Lugares reservados para a terceira idade e mulheres grávidas, e acesso para deficientes.
• Paradas devidamente sinalizadas.
• Seguros com cobertura para seus ocupantes em caso de acidentes.

Taxas:

• Serviços de taxis de Piqueiras 24hrs. Os quais podem encontrar a nível nacional, com um custo por rota já estabelecido.
• Serviços de Taxis de SET (Serviços Especiais de Turismo).

Facilidades:

• Traslado Aeroportos /Hotéis/Aeroportos.
• Aviões Executivos e Corporativos.
• Aviões de guias turísticos.
• Condutores com domínio em Inglês.
• Carros de luxo.
• Seguros com coberturas para seus passageiros.


Passaporte e visto

Licença para dirigir: os visitantes podem dirigir até 90 dias com licença estrangeira.