História do Panamá

A história geológica de Panamá é relativamente recente. Há aproximadamente três milhões de anos, uma larga faixa de terra emergiu do mar como resultado de movimentos tectônicos e atividade vulcânica. Este novo istmo separou as águas do Caribe e do Pacífico, uniu as massas continentais da América do Norte e do Sul, criou o Mar do Caribe e a corrente do Golfo, transformou o clima mundial, aquecendo, as antes geladas costas européias e deu origem a savana africana.Também deu início a um massivo intercâmbio da flora e fauna, entre norte e sul, atuando como ponte de vida, que incluiu a passagem de humanos, que povoaram todo o continente.

Desde então, a posição geográfica de Panamá tem desempenhado um papel estratégico, em todos os sentidos. A esbelta silhueta do país mede tão só 80 quilômetros, em sua cintura mais larga, o que permitiu a construção da primeira ferrovia transcontinental do mundo em 1855 e depois do Canal de Panamá, a princípios do século 20, que voltou a criar uma ligação entre os oceanos.

Desde antes, no século XVI, Espanha havia convertido o Panamá em uma via de cruzamento, entre os mares e em um centro comercial importante, dentro de seu império. As riquezas provenientes do Pacífico Sul-americano eram transportadas por navios até a cidade de Panamá e depois em manadas de mulas, até Nombre de Dios,a princípio.Depois do ataque do corsário Francis Drake a Nombre de Dios, as autoridades decidem mudar a cidade para um lugar com melhor proteção e é quando se mudam para Portobelo , convertendo-se em um lugar cobiçado por piratas, e é assim, que em 1668, o ataca Henry Morgan, dois anos antes do ataque e saque, efetuado na cidade de Panamá, no Pacífico.

Motivada pelos ares de liberdade dos países vizinhos, Panamá se torna independente da Espanha no mês de novembro de 1821, para unir-se aos países da Grande Colômbia, formada por Colômbia, Venezuela e Equador. Entretanto, o desejo panamenho de converter-se em uma república livre e soberana, o levou a se separar da Colômbia em 3 de novembro de 1903.

Em 1904, se iniciou a construção do Canal de Panamá, considerada a oitava maravilha do mundo, obra, que terminou de consolidar a vocação do território, como lugar de passagem e intercâmbio. Hoje, Panamá é um dos países com maior desenvolvimento da América Central, e uma das nações da América, de maior desenvolvimento econômico e turístico. Com um sistema democrático são e efetivo, é considerado como um país seguro, pacífico e próspero, na vanguarda em muitos aspectos e com um grande dinamismo.Sua economia está baseada nos serviços, que presta através do turismo, o Canal de Panamá e o centro bancário internacional.Oferece facilidades de primeiro mundo, com centros de chamadas internacionais, modernos centros comerciais, excelentes profissionais e técnicos.