Panamá parada do Challenger

OEquatoriano Fabricio Valdivieso, um dos organizadores da parte técnica dos circuitos Challenger, confirmou que a intenção dos organizadores é ir criando ano após ano, as condições para estabelecer Panamá, como uma das paradas latino americanas mais importantes deste evento.

 

Da mesma forma destacou que no evento competirão aproximadamente 45 jogadores profissionais, que se localizam no ranking mundial de tênis.

O torneio estará repartindo uma bolsa de 50 mil dólares e será transmitido pela cadeia IEC in Sport da Suécia para toda a Europa, e Ásia.

JOGOS QUADRA CENTRAL

Na quadra central serão jogadas as partidas entre os atletas Enrico Becuzzi da Itália e Yoann Chartron da França, Alessandro Motti da Itália versos Jose Gilbert Gómez de Panamá, Iván Rebolledo de Panamá versos Felipe Escobar da Colômbia, e a partida entre César Ramírez do México e Jared Donaldson dos Estados Unidos não se jogou, porque o atleta Mexicano não se apresentou e portanto perde o encontro por WO.