Aumentará os voos diretos de Bogotá a Rio Hato

O aumento dos voos diretos desde Bogotá até o aeroporto Scarlett Martínez, em Río Hato foi anunciado na sexta-feira passada pelo presidente da República Juan Carlos Varela Rodríguez, em companhia do mandatário da Colômbia Juan Manuel Santos; e do Administrador de Turismo de Panamá (ATP), Jesús Sierra Victoria.

O anúncio se fez no marco da visita, que aconteceu no Panamá, do governante colombiano, na sexta-feira, 25 de julho passado.

O governante Varela Rodríguez apontou que “se busca um modelo de gestão turística como na ilha de San Andrés para desenvolver voos diretos de Bogotá ao Panamá”.

Por essa razão, Panamá e Colômbia iniciarão uma aproximação para poder trazer mais turistas a esta região de Río Hato, (localizada a 140 quilômetros ao sudoeste da capital panamenha), que conta com projetos urbanísticos, hotéis e praias de grande importância, adicionou Varela Rodríguez.

Os presidentes de Panamá e Colômbia, em companhia do administrador da ATP também realizaram um sobrevoo e trajeto pela área costeira do Pacífico, onde observaram diversos lugares de praias. Punta Arena e Buenaventura foram alguns dos lugares visitados por ambos os mandatários.

Varela Rodríguez e Santos estiveram acompanhados da vice-presidenta e chanceler panamenha Isabel de Saint Malo de Alvarado; a ministra de Relações Exteriores de Colômbia, María Ángela Holguín; o ministro da Autoridade de Turismo de Panamá, Jesús Sierra Victoria; Joseph Fidanque III, Gerente Geral de Tocumen; e Alfredo Fonseca, Diretor Geral de Aeronáutica Civil.

Horas antes, durante o encontro na sede da Presidência, os chefes de Estado, também examinaram amplamente a relação bilateral, regional e internacional; além de conversar sobre outros temas de agenda binacional, como o turismo.

Promover Turismo em Ambas as Vias.

Os mandatários concordaram com a importância de potencializar, com o respaldo das linhas aéreas de ambos os países, a conectividade aérea entre Panamá e Colômbia, através da promoção conjunta do turismo e novos destinos, para que o patrimônio natural dos dois povos continue gerando prosperidade e crescimento econômico para os cidadãos.

Examinaram com interesse os benefícios alcançados pelos emigrantes colômbianos no Panamá, a partir dos processos de regularização , que apontaram a necessidade de manter os canais de cooperação nesta matéria, que contribuem para o bem-estar da população migrante, e a luta contra problemáticas como o tráfico de pessoas e contrabando de migrantes.

Fonte: Autoridade de Turismo de Panamá