Panamá, um destino para a pesca esportiva

Panamá significa em língua indígena abundância de peixes e realmente este país atrai fãs de pesca esportiva de todo o mundo. A nação centro americana tem se posicionado como um dos principais destinos para a prática desta atividade, que gera uma despesa turística anual de mais de 135 milhões de euros em alojamentos, aluguel de embarcações e atividades complementares.

A grande diversidade de peixes, que nadam pelas águas do Atlântico e do Pacífico, onde se pratica um estilo esportivo de captura e solta, e a atração que apresenta o Lago Gatún e o Canal do Panamá para os pescadores de água doce convertem o Panamá em um destino muito interessante para a pesca.

Os espaços para a pesca no Panamá são Baía Piña, o Arquipélago de Las Perlas, o Arquipélago de Coiba, o  Golfo de Chiriquí e a Península de Azuero na costa do Pacífico, e o Volcán Reef,  Bocas del Toro e o Escudo de Veraguas, no Atlântico. Entre as espécies marinhas mais populares, se destaca o peixe merlin, o peixe vela, o peixe dourado ou Mahi Mahi, o atum, o pargo o Snapper, o peixe galo, o Bojalá ou Amber Jacky e o Whaoo.

Baía Piñas: localizada na costa do Pacífico de Darién, a 200 quilômetros da cidade do Panamá, é o lugar por excelência para a pesca esportiva. É aqui onde se encontram diferentes classes de merlines, entre eles o Merlin negro, os dourados e o lutador peixe galo.

Arquipélago de Las Perlas: formado por cerca de 39 ilhas e 100 ilhotas e a tão só 48 quilômetros da cidade do Panamá, a grande quantidade e diversidade de peixes o converte em um dos espaços de maior atração para o exercício de pesca esportiva no país. Las Perlas é além disso um lugar de trânsito migratório de espécies marinhas como golfinhos, baleias, tartarugas marinhas e tubarões baleia.

Golfo de Chiriquí: na extremidade noroeste da província de Chiriquí, este território goza de poucas chuvas comparado com o resto do país, além de poder observar pinguins galápagos em certas épocas do ano. A presença do Merlin negro tem nesta zona um destino recomendado para os profissionais da pesca esportiva.

Bocas del Toro: na costa do Caribe, trata-se de um dos lugares turísticos mais destacados no Panamá, com umas águas muito apropriadas para a pesca esportiva. A riqueza paisagística do lugar, a gastronomia, o mergulho e o relaxamento nas praias de areia branca e águas transparentes lhe confere uma atração especial.

Escudo de Veraguas: pertence a província de Bocas del Toro e com uma extensão de só 3 quilômetros, emerge este lugar solitário, no meio do Caribe de complicado acesso e de terreno totalmente plano. A vida marítima de suas águas é muito rica e apresenta bancos de corais, que servem de refúgio e lar para grande quantidade de espécies marinhas, além de espaço ideal para atividades como pesca, mergulho ou snorkeling.

Fonte: caribbeannewsdigital.com