´Ferry´ partirá en outubro

Uma nova tentativa para unir Panamá e Colômbia através de uma rota marítima se materializará em outubro próximo, e seus organizadores asseguram que nesta ocasião o projeto vá de vento em poupa.

O ferry boat que conectará a província de Colón com a cidade colombiana de Cartagena começará a operar em 24 de outubro, mas nesta oportunidade se inclui uma nova atração, uma conexão na Ilha de Bocas del Toro.

A embarcação sairá as segundas e quartas desde o porto de Colón 2000 até Colômbia, e retornará nas terças e quintas ao Panamá. Enquanto que nas sextas sairá para ilha Colón, Bocas del Toro.

Augusto Terracina, diretor de Ferry Xpress, companhia panamenha que está por trás do projeto,indicou que ao contrário de há dois anos, quando tentou lançar um produto similar, agora o operador turístico tem um contrato assinado com os proprietários do navio Adriático, que tem capacidade para transportar a mil 320 pessoas, e 500 veículos.

``Em 2012 o projeto era um conjunto com um intermediário que tinha o contrato de arrendamento com a empresa italiana Snav e devido a problemas financeiros entre eles não se pode trazer o navio ao Panamá, comentou.

A embarcação tem 379 cabines e 300 cadeiras similares as que utilizam as linhas áreas em primeira classe.

Está programado que o Adriático chegue ao porto de Colón 2000 em 23 de outubro, e saia na sexta 24, na noite a Bocas del Toro, para em seguida regressar na segunda a Colón.

O trajeto a Ilha Colón levará 12 horas e o preço mais econômico em uma cabine de 4 pessoas é de 276 dólares por pessoa. Este preço inclui a estadia dos 3 dias a bordo da embarcação, enquanto que o preço das cadeiras é de 75 dólares por trajeto.

Enquanto se conclui a ampliação do atual terminal portuário, os passageiros, que desejem percorrer Ilha Colón serão transferidos em botes.Aqueles que desejem utilizar os hotéis da zona poderão fazê-lo.

Ao contrário de um cruzeiro no ferry boat, as comidas e bebidas não estão incluídas na tarifa, e Terracina assinala, que se utiliza este sistema para oferecer a passagem o mais barato possível.

A embarcação, que atualmente cobre a rota Itália-Croácia, está equipada com três restaurantes (bufê, a la carte, sport bar), o que permitirá as pessoas escolher o que se adapte ao seu orçamento.

Quanto a conexão com Cartagena, a viagem levará 18 horas, o que permitirá depois de 15 anos unir o norte e sul do continente.

O preço por pessoa em uma cabine para quatro passageiros é de 115 dólares, e as cadeiras custarão 99 dólares, ambas as tarifas são por trajeto.Enquanto que o custo de uma cabine para duas pessoas é de 320 dólares por pessoa.

Terracina assinalou que as pessoas, que decidam viajar nas cadeiras também contarão com banheiros particulares e trocadores.

O empresário adicionou que é importante buscar novas alternativas para trazer turistas ao país, quanto mais agora que a ocupação hoteleira está no nível mais baixo dos últimos cinco anos.

Além dos 500 veículos, que pode levar a embarcação, também estará habilitada ao transporte de mercadoria, o que permitirá aumentar o intercâmbio comercial entre Panamá e Colômbia, assim como levar produtos a melhores preços a Ilha Colón, onde, devido a distância com a província de Panamá, o custo de vida tende a ser mais elevado.

Com relação aos trâmites aduaneiros, representantes de Ferry Xpress se reunirão em princípio de setembro com as autoridades colombianas vinculadas para finalizar os pontos, que ainda estão pendentes.

Também tramitam que as autoridades panamenhas e colombianas permitam um processo mais ágil as pessoas, que viajarão com seus veículos para que as cartas de motorista sejam homologadas em ambos os países.

ATRAÇÃO TURÍSTICA

164

Metros de cumprimento e 27.6 de largura tem o Adriático.

50

Mil turistas ao ano projeta transportar a empresa Ilha Colón

129 mil

Turistas colombianos ingressaram entre janeiro e junho.

La prensa: prensa.com