Vencedores do Festival de cinema de Panamá

 

Por Dafydd Young

Os afixionados pelo cinema panamenho  terão muito a escolher quando o primeiro Festival Internacional de cinema Panamenho abrir suas portas de 26 de abril a 2 de maio do ano presente.

O Festival Internacional de cinema do Panamá (IFF Panamá)  tem revelado 50 filmes que serão apreciados pelos panamenhos e estrangeiros que estarão no Panamá.Filmes brasileiros, cubanos, peruanos, portugueses e argentinos, que têm sido premiados nos festivais de cinema de maior prestígio do mundo, tais como Cannes, Toronto, Sundance ou San Sebastián.

O lançamento oficial do filme de terror satiric, que conquistou a edição passada do festival Internacional de Cinema de Havana, “Juan de los Muertos”( “Juan dos Mortos”), estará nas telas de cinema panamenhas para ganhar a audiência com seu humor negro irreverente.De maneira igual, a vida do polêmico futebolista brasileiro Heleano de Freitas terá sua entrada triunfal pelo tapete vermelho nesta primeira edição de IFF Panamá. O filme, dirigido por José Henrique Fonseca, conta com as atuações de Rodrigo Santoro e Angie Cepeda.

Assim mesmo, um dos filmes mais premiados no último ano, nos festivais internacionais, a argentina “Las Acacias”( As Acácias),  de Pablo Giorgelli, chegará as telas do cinema da cidade do Panamá, acompanhada da Guatemala , com” Distancia”( Distância), ópera prima realizada por Sergio Ramírez.

"Durante uma semana, IFF Panamá projetará 50 filmes de todo o mundo, os quais têm sido exibidos e/ou premiados nos festivais de cinema, de maior prestígio, fazendo  com que o país se converta na primeira atração turística cultural da região" comenta Henk VAn Der Kolk, diretor de IFF Panamá.

O festival também trará uma impressionante seleção dos mais conhecidos produtores e diretores de cinema.

Será um excelente começo para alcançar o objetivo do festival que consiste em difundir os melhores filmes internacionais no Panamá, enquanto ajuda a promover a cultura no país, acelera o desenvolvimento das indústrias locais e promove a educação cinematográfica.

É uma ambição muito forte, mas Henk o tem feito antes.Como cofundador do Festival de Cinema Internacional de Toronto, há 38 anos,o viu crescer até converter-se em um dos acontecimentos cinematográficos mais prestigiosos a nível mundial, trazendo milhões de dólares a economia local.

Entretanto,a produtora de cinema em Hollywood, Raffaella de Laurentiis, manifestou seu apoio a realização do Festival Internacional de Cinema do Panamá (IFF Panamá) e reconheceu que o país é um território ideal para a realização de qualquer tipo de filme.

De Laurentiis, conhecida na Meca do cinema, por ser a produtora de êxitos de Arnold Schwarzenegger como “Conan o Bárbaro” e “Conan o Destruidor”, “Duna”, de David Lynch,” A última Legião”, com Colin Firth e Aishwarya Ray e “O Reino Proibido” com Jet Li y Jackie Chan,elogiou a iniciativa de realizar um festival de cinema que se converta em um encontro cultural da região para mostrar novas propostas  do cinema para o mundo.

"A idéia de um festival como IFF Panamá me parece muito boa, pois o país oferece grandes vantagens por estar no centro da América e ao mesmo tempo Panamá  é uma grande plataforma para fazer negócios", comentou De Laurentiis durante sua estadia no Panamá.

Assim mesmo, a produtora e membro honorária da Junta de Diretores de IFF Panamá, filha do legendário cineasta Dino De Laurentiis e da elogiada atriz italiana Silvana Mangano,De Laurentiis elogiou os benefícios que oferece o país para a realização de filmes.

"Não creio que o mundo se dê conta que o Panamá existe para fazer filmes.A cidade é fantástica, as locações, o mar, as ilhas, é um país fantástico.Eu penso que o Panamá é ideal para qualquer tipo de filme.Se pode recrear desde lugares aqui da América do Sul, rios, mares.

Eu gosto muito do Panamá...estou encantada."